Patita Feia

"Assim como falham as palavras quando querem exprimir qualquer pensamento, assim falham os pensamentos quando querem exprimir qualquer realidade." - F.P.

sexta-feira, abril 29, 2005

Pré domingo

Dói.
Muito.
Mais que podia imaginar.

____________________________________________________________________

Aproxima-se o dia da Mãe com a mesma velocidade com que fujo dele.

Ando descontraidamente a falar no dia da Mãe e do fdsemana que passarei - com muito gosto - em Trás-os-Montes.

____________________________________________________________________

Fujo.
Como sempre.
Dói.
Muito.

____________________________________________________________________

Sorriso estampado sempre.
Mesmo com a Alma em lágrimas.


____________________________________________________________________

Não vou estar com ninguém da minha família este fdsemana.
Medo. Fujo.
Não quero.
Magoa.
Que campa?! Que cemitério?!
Ainda não fui lá. Não por preguiça, não por medo.
Afinal...não é lá que ela está...!

____________________________________________________________________

Homenagem às Mães.

Todos os dias.

Image hosted by Photobucket.com

____________________________________________________________________
Sinto tanto a tua falta, Mãe.
Sinto-me pequenina, impotente, frágil.
Preciso do teu colo.
Dos teus conselhos.
Do teu afagar de cabelos.
Mesmo Mulher, o beijinho de boas-noites faz-me tanta falta.

____________________________________________________________________

Ai...!
Há um grito preso na minha Alma que ainda não saiu.
Anda há meses a ser adiado.
Não sei do que estou à espera.
Só pode ser medo.
Aquele medo incapacitante que me gela o sangue e me ferve nos neurónios.
Aquele medo que me impede de admitir que nunca mais te vou ver. Beijar. Cheirar..

É isso que sinto mais falta.
O teu cheiro. Bom. Doce. Mãe. Tu.
Posso sempre recorrer a fotos ou filmes para te ver.
Vejo-me ao espelho e vejo-te.
Olho para a Mana e vejo-te.
Oiço a VóLinda e vejo-te.

E o teu cheiro Mamã...?!
Nunca mais o vou sentir.
Está presente na minha memória. Ainda.
E quando se desvanescer?!

____________________________________________________________________

Feliz Dia da Mãe.
A todas as Mães.

Porque da minha, é todos os dias.
Sempre o foi. E assim será para todo o sempre.
Amo-te.
AC

4 Grasnados:

At 6:54 da tarde, Blogger Pdivulg aQUACKrescentou...

Usa á vontade! A foto é linda!

 
At 6:20 da tarde, Blogger divinoedivina aQUACKrescentou...

Hoje, mais do que nunca, gostei de te ler...

 
At 4:34 da tarde, Blogger Amor Maior aQUACKrescentou...

Há muito que leio aquilo que a Patita aqui escreve! E gosto sempe...hoje em especial, porque me lembrei logo do "Poema à mãe", do Eugénio de Andrade. Prometo voltar assim, "mais presente"! Beijo grande

 
At 7:18 da tarde, Blogger Gilda aQUACKrescentou...

Também eu fugi a sete pés da família no dia da mãe...
Mas já passou e o caminho é para a frente.
Dói, sim dói... mas não desisto porque sei o quanto a minha mãe "deseja" que também eu seja feliz.
Mas desejo-te uma boa semana.
A minha começou da melhor maneira, logo às nove da manhã! ;)

 

Enviar um comentário

<< Voltar a' casa do Patos